Quem é a namorada?

No último fim de semana realizamos um workshop sobre relacionamento de casal, e uma das queixas que foram trazidas era a de que o namorado não apresenta a namorada como uma namorada e sim como uma amiga. Imediatamente veio em minha mente, a lembrança do meu marido dizendo para nosso filho, quando ainda era bem pequeno, e este tentava me puxar, pra me distanciar do pai: "Ela é a minha namorada." E o pequeno insistia: "Não, é minha mamã... O pai, o ilustre desconhecido, que é apresentado ao filho depois que nasce, e com ele passa a ter uma relação diferente da relação com a mãe, é o único que pode cortar o cordão umbilical entre mãe e filho, pois mãe e filho tem uma relação simbiótica, estreita e íntima (desconhecida pelo pai), é a mãe quem dá continência, nutrição, amor, e o pai também dá. Dá um outro amor. O amor que confia e desafia o filho para o mundo. Para tanto, a mãe deve permitir o corte do cordão, e o retorno do filho a esfera do pai, na adolescência. Porque, se depois, um homem não assume uma mulher como namorada, parceira, se não a toma, com todo o ônus e bônus de uma relação adulta, quem é então sua única "namorada"? Ele está cheio de anima, do feminino, falta então, tomar quem, pra viver finalmente uma vida adulta e responsável ao lado de uma mulher? O pai. Mesmo adulto, todo homem pode, com outra consciência, ir de encontro ao seu pai interno. Realinhando e sabendo que: pai e mãe são igualmente importantes para o sucesso de nossas relações amorosas.

#familienstellen #constelacaofamiliar #relacionamentodecasal #constelareviver

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2023 por Nome do Site. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Pinterest ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon